Blog da BR France

Alinhamento e balanceamento do veículo: qual a importância?

Uma direção tranquila e confortável está diretamente ligada a um veículo equilibrado, com um sistema de rodagem funcionando perfeitamente. E, para manter esse equilíbrio, é necessário cuidar com certa frequência do alinhamento e balanceamento das rodas.

É uma manutenção que requer aparelhos que só técnicos bem treinados em concessionárias podem fazer e que trazem benefícios aos motoristas, desde conforto e dirigibilidade até a economia de dinheiro. Que tal conhecer mais sobre esses serviços e seus benefícios? Acompanhe!

O que é balanceamento de rodas?

O balanceamento nada mais é que a colocação de contrapesos de chumbo com o objetivo de harmonizar o conjunto pneu e roda.

Existem dois tipos de desbalanceamento: o estático e o dinâmico. No estático, o conjunto tem a tendência de vibrar lateralmente, já no dinâmico, a roda e o pneu vão trepidar verticalmente. Em ambos os casos o desconforto ao volante é quase certo quando o veículo atinge determinada velocidade, geralmente acima dos 100 km/h. Mas cuidado! Nem sempre um pneu desbalanceado acusa na direção, portanto, previna e faça a manutenção periodicamente.

Outras consequências do desbalanceamento são o desgaste irregular do pneu e possíveis danos ao rolamento de roda e outras peças da suspensão.

O que é o alinhamento das rodas ou de direção?

O alinhamento das rodas ou de direção é o ajuste que coloca as rodas nos ângulos corretos conforme projeto do veículo. A medida desses ângulos respeita algumas tolerâncias de divergência, que é quando a roda tem um limite de abertura em relação ao eixo, e convergência, que é o fechamento da roda em relação ao eixo.

Existem também os ajustes de camber, que é a inclinação vertical da coluna da roda em relação ao chão, e o caster, que é o avanço ou o recuo da coluna em relação ao veículo.

As regulagens são feitas nos terminais de direção, braços axiais e pivôs de suspensão. Mas, nem sempre vão resolver, porque a causa pode ser um desgaste das peças. E se existe algum item com desgaste, deve ser trocado para fazer o alinhamento.

Um buraco ou obstáculo que o carro passe pode ser também uma forma de provocar o desalinhamento da direção. Até mesmo aquela entrada da garagem de sua casa que tem uma altura em desnível, com o tempo acaba tirando as rodas do seu ângulo correto.

Quando fazer o alinhamento e balanceamento?

Com o tempo e uso do veículo, o pneu e outras peças da suspensão vão se desgastando e alterando a distribuição do peso no conjunto pneu e roda, além de modificar as medidas dos ângulos das rodas. Por isso, o recomendado é que a cada 10.000 km o veículo passe por pela oficina da cocnessionária para conferir o balanceamento e o alinhamento.

Lembrando que os pneus, geralmente, são as peças que mais sofrem com o desbalanceamento e desalinhamento das rodas e, quando algo não está normal, são eles que denunciam a irregularidade. Para economizar com o custo dos pneus é importante manter este serviço em dia.

Para seu conforto, segurança e dirigibilidade, é vital que cuide com frequência dos serviços de alinhamento e balanceamento. Este cuidado vai trazer economia e aumentar a vida útil dos pneus — que não deixa de ser também uma ação sustentável por parte do motorista. Então fique atento e coloque na agenda uma visita à oficina da sua preferência.

Gostou do artigo? Assine então nossa newsletter e receba mais informações como essas!