Blog da BR France

Saiba a importância de cuidar do seu ar-condicionado

Com o calorão do verão no país, não há nada mais refrescante do que correr para dentro do carro e ligar o ar-condicionado na intensidade máxima, seja no dia a dia do trânsito caótico ou durante as merecidas viagens de férias.
O que muitos motoristas não sabem é que, ao acionar aquele ventinho gostoso, o ar-condicionado pode espalhar veneno em forma de mofo e ácaros para as vias respiratórias de todos os passageiros, caso o equipamento não esteja em dia com a revisão. Portanto, se quiser evitar bronquites, rinites, sinusites e até pneumonia fique ligado nas dicas que preparamos para cuidar do seu ar-condicionado.

Troque o filtro

Você precisa acionar o ar na intensidade máxima para que a ventilação comece a sair e, ainda assim, sente aquele odor horrível de coisa mofada? É um sinal de que é preciso trocar urgentemente o filtro de pólen do equipamento.

O filtro de pólen é o item responsável por obstruir a entrada de resíduos e poluição dentro do carro e, conforme o tempo passa, vai ficando saturado por uma crosta de sujeira, tendo que ser substituído.

Outro item que deve ser verificado é a tubulação, uma verdadeira porta de entrada para microrganismos que ameaçam nossa saúde. Para higienizar os tubos, basta usar um spray especial. Procure uma oficina especializada nessa limpeza, de preferência a cada seis meses.

Entenda os comandos

Em se tratando de ar-condicionado, é bom que você saiba que a qualidade da refrigeração está nas suas mãos. Ou seja, é você quem determina a “força” do ar, bem como a temperatura do interior do veículo. Mas é preciso tomar cuidado para não abusar do recirculador de ar que, apesar de promover um resfriamento mais rápido,  jamais deve ser acionado continuamente, pois a falta de renovação do ar é extremamente nociva.

Outro procedimento que deve ser evitado, em nome da saúde dos passageiros, é ativar o ar antes de ligar o carro e desativá-lo após desligar o carro, o que pode gerar acúmulo de mofo nos dutos por onde passa o ar, transformando o equipamento numa grande fonte de doenças que entram pelo nariz.

Revise sempre

Não deixe para fazer a manutenção só quando o calor chega: geralmente nessas altas temporadas é quando as oficinas estão mais lotadas e, consequentemente, os preços mais altos. Além disso, é bom que você tenha consciência de que, se seu ar-condicionado não estiver funcionando direito, provavelmente a bateria do carro estará sobrecarregada, demandando mais força do motor, o que, naturalmente eleva o consumo de combustível.

E como estamos falando de economia, vale frisar que você nunca deve deixar o ar-condicionado acionado antes de ligar o carro, pois demanda mais eletricidade, o que pode acarretar na redução da vida útil da bateria.

Portanto se quiser o equipamento sempre funcionando com tudo em cima, faça chuva ou sol, não descuide dos prazos para a revisão e economize um bom dinheiro evitando que os problemas fiquem mais graves!

Ainda tem alguma dúvida sobre como cuidar do ar-condicionado do seu carro? Compartilhe com a gente! Sua opinião é muito importante para enriquecer nossos artigos.