Blog da BR France

Calotas para carro: Como escolher a ideal

De plástico, de aço, metalizadas, foscas ou cromadas, as calotas para carro possuem utilidades que muitos motoristas desconhecem. Além de deixarem o visual das rodas e dos automóveis mais bonitos, valorizando a imagem do veículo, elas também ajudam a proteger e a conservar o estado das rodas. Mas você sabe qual é a diferença entre elas?

Confira neste post como escolher a calota ideal para o seu automóvel:

Para que servem?

As calotas são acessórios utilizados para proteger as rodas de aço de um veículo. Elas ajudam na proteção dos aros contra arranhões ou batidas leves em meios-fios e guias, além de repelir pequenos detritos, como cascalhos e outros tipos de pedras.

Alguns modelos escondem os parafusos das rodas e as ponteiras da junta homocinética, como nas calotas parciais, que se ajustam ao centro de determinados modelos de rodas. Elas são incluídas nos laudos elaborados por seguradoras de veículos e são cobertas pela apólice.

Como são fixadas?

No mercado, é possível encontrar calotas para carro com duas características: as que são fixadas por meio dos parafusos das rodas e as que são encaixadas por pressão, pelo lado de fora. A fixação por parafusos é mais segura contra furtos, já que elas precisam ser presas.

As calotas que ficam à frente dos parafusos, sem furos, tampam boa parte das rodas. Apesar de serem mais bonitas, elas são mais fáceis de roubar e podem se soltar com a trepidação do carro.

Quais devo comprar?

Existem no mercado diversos tipos de calotas. Sempre adquira calotas originais de fábrica, já que elas possuem acabamento e sistemas de encaixe mais refinados do que modelos paralelos.

Algumas fabricantes de calotas produzem modelos com plásticos de qualidade inferior, que podem até se deformar por conta das altas temperaturas que uma roda atinge com o carro em movimento.

Quais tamanhos existem?

Nunca adquira calotas com tamanhos inadequados para o aro da roda. Fique atento ao desenho que ela possui – seja aberto ou fechado – ou se complementará o centro das rodas de aço do carro.

É possível encontrar no mercado calotas que possuem uma borda maior que o aro da roda. Ela pode desgastar a borracha que está na lateral do pneu e provocar danos e estouros e podem provocar acidentes. Caso as calotas sejam muito fechadas, há um prejuízo à ventilação das pastilhas e disco de freios, interferindo negativamente na frenagem do automóvel.

Como conservá-las?

Para manter as calotas do seu carro em dia, confira o alinhamento das bordas com o aro das rodas. O mesmo cuidado para lavar as rodas e acarroceria do carro também se deve ter para lavar as calotas, de preferência com algum sabão neutro.

Não deixe de observar ainda onde a sujeira está acumulada e visível. Esse detalhe pode indicar desgaste nas pastilhas de freio do carro quando existe resquício de fuligem nas calotas. Esse é um detalhe que não custa observar e ainda preserva sua segurança.

Cuidar bem do seu veículo é fundamental para não desvalorizá-lo no mercado e nem ser deixado na mão. Conhece alguém que ainda não sabe a importância das calotas para carro? Compartilhe estas post nas suas redes sociais e ajude seus amigos a conservarem seus automóveis!