Blog da BR France

Emplacamento de carros: como funciona?

Comprou um carro zero? O emplacamento é o próximo passo para poder circular tranquilo por aí! Se você está em dúvida entre fazer tudo sozinho e contratar um despachante, este post foi escrito especialmente para você!

Confira tudo o que você precisa saber sobre o emplacamento de carros no Brasil: o padrão, o processo, os documentos, as taxas e muito mais no nosso passo a passo!

Como funciona o padrão de emplacamento de carros?

No Brasil as placas de carro são padronizadas por um sistema chamado Renavam, que está ativo desde os anos 1990. Nele, todas as placas precisam conter três letras e quatro números, em que a sequência de letras costuma identificar o estado de emplacamento do veículo e os números devem estar entre 0001 e 9999.

Entretanto, em alguns estados o proprietário pode escolher a sequência de letras da sua placa — e o código pode não remeter ao estado de emplacamento. Outra prática que altera o padrão do Renavam é a venda de veículos fora do seu estado de origem, já que nesse caso o novo dono vai trocar apenas a tarjeta de localidade na placa.

As placas para veículos privados comuns têm fundo cinza e letras pretas. Outras categorias de automóveis recebem placas distintas, como:

  • veículos de coleção, com letras brancas em fundo preto;
  • veículos de coleção com mais de 30 anos e em excelente conservação, com letras cinzas em fundo preto;
  • veículos de transporte coletivo e frete, com letras brancas em fundo vermelho;
  • veículos de uso oficial de governos, polícia, bombeiros etc., com letras pretas em fundo branco.

Como fazer o emplacamento de um carro novo?

Ao comprar um carro zero, você retira o veículo da concessionária sem placa. De acordo com a legislação de trânsito brasileira, circular sem placa é proibido, com aplicação de multa e perda de pontos na carteira. Porém, para novos veículos existe um prazo de 15 dias para resolver a questão do emplacamento.

O motorista deve andar com a nota fiscal do veículo nesse prazo e apresentá-la caso algum oficial solicite. Em geral, é comum a contratação de um despachante para agilizar os trâmites do emplacamento de carros, cujo valor varia de cidade para cidade.

Para executar o processo sem auxílio de despachantes o proprietário deve seguir os seguintes passos:

Documentação

Normalmente os documentos exigidos para o emplacamento são:

  • CPF, RG e CNH do proprietário do veículo;
  • comprovante de residência em nome do proprietário;
  • nota fiscal do veículo;
  • decalque do número do chassi;
  • contrato de financiamento para veículos financiados, original e uma cópia.

Verifique junto ao Detran local se há a necessidade de outros documentos ou comprovantes.

Taxas e comprovantes

No Detran da sua cidade, com os documentos em mãos, você deve pagar pelo serviço de lacração da placa. Você também deve se dirigir ao setor de classificação de placas, onde vai optar por uma placa personalizada ou aleatória. Em algumas cidades, personalizar a placa tem um custo extra.

Você também deve solicitar o cálculo do IPVA e do DPVAT, além do formulário de registro do veículo no Renavam. Com todos esses documentos em mãos, efetue o pagamento das taxas e dê entrada no processo de emplacamento na seção de prontuário do Detran.

Depois de quitar as taxas e apresentar os comprovantes, o órgão vai informar o local onde o seu carro será emplacado e vistoriado oficialmente.

Veículos usados

No caso de veículos usados, o procedimento será de transferência da localidade da placa. Depois de atualizar os documentos do carro, entre em contato com o Detran e solicite a alteração da tarjeta da placa. Haverá cobrança de taxa, pois o serviço envolve romper o lacre original da placa e substituí-lo, e só pode ser feito pelas autoridades competentes.

Algumas concessionárias oferecem o emplacamento como parte de pacotes na compra de veículos. É uma facilidade e tanto para os novos proprietários!

Gostou de saber um pouco mais sobre o emplacamento de carros? Então assine a nossa newsletter e fique por dentro de outros conteúdos como este!