Blog da BR France

Entenda para que serve e quando trocar o óleo do carro

Andar de carro hoje em dia é quase uma questão de necessidade. Entretanto, junto com as comodidades da direção, o condutor passa a ter várias responsabilidades, não só no trânsito, mas também sobre a boa conservação de seu veículo.

E uma das coisas mais fáceis de fazer e que muita gente dá pouca atenção é em relação à troca do óleo do motor e a verificação do seu nível. Para quem vai pegar estradas em viagens longas, então, essa é uma das prioridades. Veja no post de hoje como fazer essa checagem e descubra por que ela é importante!

Qual a razão para trocar o óleo do motor regularmente?

O óleo sujo não vai fazer o mesmo trabalho que um óleo novo faz. O lubrificante desgastado contém partículas de metais suspensos que são abrasivos e podem gastar partes do motor ao invés de lubrificar.

Quando o óleo perde as suas propriedades ideais e se torna mais espesso, a máquina perde em potência, podendo até travar o motor.

Quantas vezes deve-se verificar o nível de óleo?

O ideal — coisa que quase ninguém faz — é verificar o nível de óleo cada vez que o motorista vai abastecer o veículo. Dependendo da qualidade do óleo que for constatado, deve-se trocar o lubrificante. Mas é importante alertar que não só o prazo para a troca de óleo, como também o tipo de produto, são diferentes para cada modelo de carro.

Por isso, é conveniente consultar o Manual do Proprietário. Se o condutor usa o veículo em boas condições de rodagem, a troca deverá ficar em 10 mil a 15 mil quilômetros. Mas este limite pode ser bastante abreviado, caso o automóvel seja constantemente submetido ao trânsito pesado e em vias acidentadas.

E qual é o nível correto de óleo?

Na hora da verificação, quem for realizar o processo deve pegar a vareta que fica sob o capô do carro e introduzi-la no compartimento tubular que leva até o óleo. Você deve observar que a vareta possui vários riscos ao longo de sua extensão e o nível certo deve ficar entre os dois traços e não só no traço superior, como muita gente pensa.

Isso é importante, porque se o produto ficar acima do indicado poderá fazer muita pressão no cárter e produzir vazamentos ou o rompimento das bielas, sujando ainda as velas e válvulas do motor. Em contrapartida, quando se coloca óleo no automóvel, com o tempo, o nível diminui por conta das folgas do motor e da queima parcial na câmara de combustão. Até que a hora de trocar o óleo não se aproxima, o condutor terá que completar o material em seu reservatório.

É preciso trocar também o filtro de óleo?

Sempre que o óleo for substituído no veículo, deve-se trocar também o filtro de óleo, já que ele também carrega muitas impurezas que estavam no material envelhecido. Caso não for trocado, o filtro antigo passará a atrapalhar a passagem do óleo novo, maculando o produto e causando falhas na lubrificação.

Várias partes de seu automóvel precisam ser verificados ao longo do tempo, porém a troca do óleo é provavelmente uma das coisas mais relevantes na rotina de manutenção de qualquer veículo. A ideia consiste basicamente em remover o óleo velho e substituí-lo por um lubrificante novo, a fim de que a máquina esteja sempre em excelente funcionamento.

E você, tem realizado uma boa manutenção do óleo do seu carro? Entendeu o motivo pelo qual deve sempre ficar de olho nesse quesito? Compartilhe com a gente as suas dúvidas e continue navegando aqui no blog, que está cheio de dicas úteis para motoristas!